A civilização de El Tajín (250 d.C a 900 d.C.)


Entre 250 d.C. e 900 d.C., na costa do golfo do México, proliferou a civilização de El Tajín, que é possivelmente a civilização de que menos se sabe até ao momento. Há arqueólogos que apontam para que esta área pertença aos Totocanas, um grupo étnico que no final do período clássico foi sucedido pelos Huaxtecas. Será a civilização de El Tajín a civilização Totocana?  


Torquemada, um espanhol cujos escritos chegaram até aos nossos dias, parece indicar que os Toltocanas, povo que ainda habita a área de Veracruz, foram os responsáveis pela edificação e proliferação desta civilização. Na incerteza de saber que povo edificou El Tajín, optou-se por baptizar esta civilização com o nome do deus local das tempestades, Tajín.

Localizada num vale tropical, as ruínas de El Tajín, cujo nome significa “cidade trovão”, parecem ser um importante centro cerimonial com inúmeros pátios onde tinha lugar o jogo da bola, que aqui apresenta uma superioridade em relação a qualquer outro lugar encontrado na Mesoamérica. Foram descobertos 11 pátios sugerindo que este desporto teria um caracter ritual e cerimonial. Por esta razão, esta civilização é designada a “civilização do jogo da bola”, acreditando-se que este ritual foi responsável pela sua difusão até ao oeste do México.

Mas em El Tajín também existem indícios da utilização da pirâmide principal como calendário. Há quem acredite que os 365 nichos que as suas paredes exibem correspondam aos 365 dias do  calendário solar.    

A cerâmica é uma das formas de expressão artística mais notável nesta civilização, destacando-se as “estátuas sorridentes”, algumas exibidas no Museu de Antropologia da Cidade do México. Para além da cerâmica destacam-se também os têxteis e os belos murais pintados. Os Totocanas acreditam que a cidade de Teutihuacan foi construída por eles. Se assim for, será mais um legado da civilização Totocana ou de El Tajín, deixando os Zapotecas bastante mais "pobres".  

Se os Totocanas foram o povo que criou El Tajín, pensa-se que os Huaxtecas o terão ocupado depois de 900 d.C. e até 1300 d.C. Desta altura foram descobertas algumas esculturas tridimensionais, uma das mais importantes formas artísticas deste povo que falava uma das línguas maias e terá sido o responsável por algumas alterações que a região sofreu. Próximo de El Tajín foram encontrados alguns edifícios circulares, atribuídos à mesma civilização, dedicados ao culto da Serpente Emplumada. Esta situação permitiu aos arqueólogos pensar que teriam estabelecido contacto com os Toltecas (de Tula) e com os Maias (de Chichén Itzá).

Principais locais da Civilização de El Tajín:
- El Tajín (Província de Veracruz, próximo da cidade de Poza Rica)
- Teutihuacan (?)

Etiquetas: